quinta-feira, 21 de julho de 2016

Uma pequena nota sobre vocação, trabalho e riqueza

Muitos de nós perdem tempo pensando e procurando um trabalho que os satisfaça, que consigam suportar com alegria as dificuldades, que não sintam pressão, que tenha significado. Que não sintam como se estivessem trabalhando.
Embora isto pareça maravilhoso, e seria de fato, a realidade é que a maioria de nós não tem o que é preciso para que este trabalho exista, vocação.
Vocação é um dos grandes mitos da nossa civilização. Muita gente espera descobrir a sua quando na verdade não tem. Trabalho é penoso, esta é sua natureza e ansiamos pelo seu término desde o primeiro dia.
É claro que podemos, e devemos, trabalhar com alegria e disposição, sempre fazendo o melhor e tudo o mais. É claro que podemos gostar do nosso trabalho e tolerar os aspectos ruins, ê claro que você pode ter aptidão para, e preferência por, um tipo ou outro de trabalho. Não estou falando contra isto. Mas a ideia de que você vai encontrar um trabalho para o qual você está destinado é uma grande ilusão.
Eu prefiro ficar no trabalho que tenho, ou encontrar um melhor, fazer riqueza suficiente para realmente não precisar trabalhar para outras pessoas (aí sim você pode escolher algo, mesmo que não seja algo que "dá dinheiro") do que esperar a concretização de uma frase motivacional como "encontre um trabalho que você ame e não terá de trabalhar um dia na sua vida".
Enquanto isto, motive-se sabendo que todo trabalho pode ter significado, basta você olhar para ele desta forma.
Você está entregando algo que as pessoas desejam? Está tornando a vida delas melhor de alguma forma? Isto é significado suficiente para mim. Agora concentre-se na produção de riqueza. Isto também melhora a vida de muita gente indiretamente.

Mesmo que você tenha uma vocação, produzir riqueza enquanto tenta descobri-la não lhe fará mal algum.

Nenhum comentário :