sábado, 17 de agosto de 2013

Joel Santana e o inglês do brasileiro

Pensei nisso ao ver um dos melhores comerciais de shampoo já criados, talvez o melhor.
Donti révi caspa com Joel Santana.
Se você ainda não viu, veja o vídeo e depois voltamos a conversar.



A maioria das pessoas que tripudiaram em cima do inglês do Joel Santana, depois de sua entrevista na época da mais recente copa do mundo de futebol, da FIFA, não fala a metade do que ele fala. Não estou falando de achar graça ou de rir do sotaque, mas de tripudiar e se achar melhor que ele, ou achar que ele passou vergonha por causa de seu sotaque. Ninguém deveria esperar um inglês perfeito, e deveriamos elogiar sua atitude de tentar se expressar em inglês, mesmo sem dominio total do idioma, se fizessemos isso mais vezes teriamos menos problemas com linguas estrangeiras. Conheço um monte de gente que se gaba de ter feito até o ultimo nível dessa ou daquela escola de inglês e na hora que o "gringo" aparece some, igual em uma propaganda que vi recentemente em que alguém grita "o gringo tá chegando" e todo mundo arranja um jeito de não falar com o cara.
Apesar do sotaque fortíssimo do Joel Santana, alguém que fala inglês entende, ele consegue comunicar. Além disso, se mostrou uma pessoa muito grande, ao entender a graça e se dispor a fazer um comercial se aproveitando disso. Imagina se alguém tira sarro do sotaque do Zagalo.. Ele surta.
Reveja o vídeo da época e me diga se a média dos brasileiros fala o que ele fala.

Dá para entender, não dá?
Então sigam o exemplo dele meus caros. Não estou falando para não rir, eu mesmo adorei o comercial do Head & Shoulders, com já disse, mas sigam o exemplo e se arrisquem mais. Certamente, quando a hora chegar, terão uma performance melhor no idioma escolhido.

Nenhum comentário :