Páginas

domingo, 20 de janeiro de 2013

As tramoias da campanha do desarmamento

Visualizei anúncios no Facebook do Entregue Sua Arma (aquela campanha do governo, com nosso dinheiro, que é contra a nossa vontade expressa em 2005, sobre a qual eu já falei um pouco no post Desarmamento, wrestling e facas de cozinha e no blog do meu Club) com foto de pessoas que não curtem a página deles, dizendo que a pessoa apoia a campanha, uma amiga apareceu no anúncio e quando perguntei ela nem curte a página nem apoia essa campanha anti-democrática e pró-bandidagem. Eu ocultei o anúncio e marquei como enganoso, era tudo o que dava para fazer, caso vejam por favor façam o mesmo.
Já não basta a campanha ser um absurdo, ainda tem de mentir e constranger nossos amigos.

"Um homem não pode abandonar o direito de resistir àqueles, que o atacam com força, para lhe retirar a vida..." Thomas Hobbes, 1651, em 'Leviatã' pg 89.

Também já vi gente falando que apareceu como "curte essa página" na fanpage da campanha, sem nunca ter curtido a página.
Eles também contratam atores para contar estórias de como seus filhos morreram porque eles deixaram a arma ao alcance da criança. O detalhe importante, que eles parecem não saber, é que todos estes atores deviam estar com roupas de presidiário, pois no Brasil é crime deixar a arma ao alcance de pessoa não capacitada. Se você tem uma arma você é responsável por ela.
Se informem e não deixem que o governo destrua nosso país e nossa cultura. Acompanhe a Campanha do Armamento e visite o Defesa.org. Nesses endereços você encontra informações verdadeiras sobre o desarmamento civil, seus resultados ao redor do mundo e principalmente os resultados que já podem ser sentidos no Brasil.

Nenhum comentário :