Páginas

terça-feira, 18 de setembro de 2012

Kryptonite Factor, a Lei de Murphy das HQs

"Frankly I'm stunned that Superman doesn't just keel over dead whenever he steps outside, because it seems anyone, including people on desert islands, can get their hands on a crapload of Kryptonite."
—Superdickery.com
O fator kriptonita diz que não importa qual seja sua fraqueza, lhe aparecerão opositores que podem se aproveitar dela, e não importa qual seu poder, aparecerão opositores imunes a ele.
Explicando, se a kriptonita é sua fraqueza, qualquer ladrãozinho de banco vagabundo que mal tem uma bicicleta terá um pedaço dessa porcaria. Se você tem poderes psiquicos, qualquer inimigo que enfrentar terá escudos psiquicos, ou um cérebro mecânico, não passível de ser afetado por poderes psiquicos.
É claro que isso não vale para os casos em que o opositor se prepara para enfrentar aquele herói em particular. Como no caso do Lex Luthor que quer destruir o Superman. Nesse caso ele é simplesmente esperto e rico o bastante para conseguir algo como a kriptonita, mesmo que raro. Até porque, se kriptonita fosse tão comum para qualquer mendigo ter um pedaço, o que acontece em muitos quadrinhos, principalmente dos anos 60 e 70, mas não deixa de acontecer em menor intensidade nos posteriores, o Superman não poderia andar por aí sem morrer, e Kripton teria de ser o maior planeta de que já se teve notícia para espalhar tantos pedaços sobre a Terra, já que ele explodiu a trocentos anos-luz daqui.

"Superman could move planets, and most people that fought him were lucky if they had a working bike. To balance this out, as soon as they graduate from crime school, every single criminal in the universe is given an unlimited supply of kryptonite along with their retarded hat and matching retarded jumpsuit.
Kryptonite is radioactive pieces of a planet that exploded decades ago on the other end of the universe, which might explain why it's so easy to find."
— Seanbaby

Embora o Superman seja o principal representando das vítimas do fator kriptonita, ele não é o único, o fator kriptonita vale para todos os heróis, mas também para as pessoas fora dos quadrinhos, como uma derivação da lei de Murphy, possuindo suas própria derivações. Por exemplo:

Não importa a qual comida/ingrediente você tem alergia, o restaurante em que você foi convidado a comer com um cliente ou amigo servirá tal comida/ingrediente.
Eu vivo esta variação na prática o tempo todo. Eu não posso comer porco. E toda vez que alguém que ainda não me conhece bem me convida à comer em um restaurante não habitual, e eu esqueço de falar sobre não comer porco, acabam me levando a um restaurante que coloca banha de porco na comida.

É importante notar que a lei de Murphy também é mal representada muitas vezes. A formulação é:

Se algo puder ser feito errado, alguém o fará.

A idéia de que "o pior sempre acontece", ou que "as coisas sempre acontecem em momentos inoportunos" já são variações da lei de Murphy, como o é o fator kriptonita.

Nenhum comentário :