Páginas

sexta-feira, 20 de julho de 2012

Então comprei a tal gravata. E agora?

O primeiro passo é aprender a fazer alguns nós. Não, não dá para pedir que o vendedor faça um nó que se mantenha para sempre. E aquelas de zíper não prestam.

Mas porque aprender "alguns nós"? Um nó de gravata não basta?

Os nós diferentes existem para tipos diferentes de pessoa, roupa e estilo, então você precisa descobrir qual o mais adequado para você. Como faz isso??? Faça os nós e veja qual fica bom.
Existem sites bons para isso, mas se quer ter os nós sempre a mão eu recomendo um app.
O que eu uso, pois nunca se sabe quando vai dar um branco, é o TopTie, muito amigável, tem vários nós e a visualização é como se estivesse no pescoço, você pode por o Ipod, Iphone ou Ipad sobre a mesa e fazer o nó olhando para baixo. Há alguns para Android também, e mesmo em Java.

Teste os seus nós de gravata

Outra coisa importante é testar antes, se deixar para fazer o nó pela primeira vez na hora de sair vai se atrasar, pois a parte mais difícil nas primeiras vezes é acertar o tamanho das duas pontas.
O segundo passo é comprar mais gravatas. Eu já tive a triste experiência de ter apenas duas gravatas e quatro eventos na mesma semana, vai por mim, você não quer que pensem que você estava com a mesma roupa nos quatro eventos, mas se repetir a gravata é isso que vai acontecer.

O prendedor de gravata (tie bar)

Não é um acessório essencial hoje em dia, mas se você é do tipo que fica bem com gravatas mais largas (um dia falo mais sobre isso) é bem provável que acabe por desejar um.
O mais importante sobre o tie bar é que ele deve ficar entre o terceiro e quarto botão da camisa.
E pode parecer meio óbvio, mas muita gente não sabe prende-lo. O prendedor deve unir as duas pontas da gravata com a camisa e não apenas uma ponta na outra, se você fizer isso o peso do prendedor vai fazer a gravata pendular, e isso é ridículo. Assim como é ridículo que ele seja mais largo, ou muito mais fino, que a gravata.

Mas não é só o tie bar que precisar combinar com a gravata

Gravata por si só não formaliza nada, se o terno não estiver de acordo ainda pode ser um desastre. E aquele povo que põe camisa branca, gravata e jeans e acha que pode aparecer na cerimônia de formatura do primo, continua vestido casualmente, não estou falando mal, só que a pessoa não está vestida de maneira formal. Sozinha a gravata é só um acessório. O que é uma vantagem, pois assim ela pode ser usada para dar uma alinhada na roupa do dia-a-dia. Um jeans preto com camisa, gravata e pullover fica perfeito para um casual day.

Nenhum comentário :