Páginas

quarta-feira, 7 de março de 2012

Barbear, essa tortura diária

Três coisas que aprendi com anos de marcas vermelhas e pequenas inflamações, que para o bem do meu rosto ficaram no passado.

Vá lavar essa cara
Não, não é só uma expressão para dizer que a barba está feia. Fazer a barba antes de lavar o rosto é péssimo. Não parece a primeira vista e eu cheguei a pensar algumas vezes que poderia ser melhor fazer a barba antes de tomar banho, pois assim eu já lavava tudo de uma vez, sem barba. Mas pensando um pouco sobre isto se percebe que não é. O rosto está cheio de poluição e bactérias, e se você passar a lamina, que agride a pele e puxa os pelos, que por sua vez abrem os poros, estará jogando essa droga toda dentro de vocês mesmo.
Então, lave o rosto muito  bem antes de fazer a barba.

Seja fresco
Usar os produtos certos para fazer a barba pode ser considerado frescura para alguns, então seja fresco. Muitos homens usam apenas sabonete e um morfético barbeador de lamina única. Depois não sabem o motivo de ter tantos pontos vermelhos no rosto e a barba ser tão difícil de tirar, mesmo parecendo tão fina.
Quando era criança meu avô me ensinou, mesmo eu ainda não tendo barba, a usar a navalha e aqueles barbeadores tradicionais de encaixar a Gillette, não sei se tem um nome especifico em português (em inglês chamam de safety razor) meu avô chamava apenas de "aparelho de barbear", mas na adolescência comecei a usar barbeadores de uma lâmina baratinhos. Talvez por ter aprendido só a manusear os instrumentos, sem ter barba ainda não percebi a diferença que o tipo de instrumento fazia.
Quando decidi que não aguentaria mais passar 15 minutos na frente do espelho, esfregando a lamina no rosto e me cortando, comecei a usar um barbeador de três laminas. Não era aqueles superpoderosos que vibram e tal, até pois na época eles não vibravam (e eu não vou por um negócio que vibra no meu rosto), era só um BIC de três laminas, mas a diferença foi tremenda. Na verdade eu cheguei a usar um de duas laminas um tempo, mas não fez muita diferença, tem que ser três. E não dá para usar o mesmo barbeador por mais de dois meses, ok!?
Agora estou com uma caixa de MACH 3 da Gillete para testar, o Alex me fala bem desse barbeador a anos, finalmente decidi dar o braço a torcer.
Mas ainda não estava bom, então tentei com uma espuma de barbear Nívea, daquelas que parecem uma pomada. O negócio até que funcionava, segundo ela, mas eu mesmo não via muita diferença, então passei a usar um gel sob pressão da Natura que tinha de esfregar no rosto para virar espuma. Foi impressionante, passei a me cortar bem menos e os pontos vermelhos eram cada vez menos constantes. Então eu pensei, estou satisfeito, esse é o máximo que se pode chegar em um produto desse tipo. Mas então fui convencido a usar a clássica espuma de barbear, em um frasco pressurizado da Nívea.  É meio estranho, mas parecer o Papai Noel por alguns instantes vale a pena LOL. A diferença foi absurda, em três meses de uso me cortei apenas um vez, e aquele negócio dura, eu achava que ia usar duas semanas e já ia ter de comprar outro, mão-de-vaca que sou, mas a tal espuma dura meses, realmente valeu a pena.
A lição que aprendi com isso, e que quero lhes passar, TESTEM. O único jeito de encontrar os produtos adequados para você é procurar, nem sempre se acha de primeira, mas cada passo nessa direção é um corte a menos.

Seja forte
O gel pós-barba é algo muito bom, principalmente para hidratar, evitando que você pareça um lagarto trocando a pele. Eu só não coloco isso no item anterior pois arde pra burro, tem que ser forte para usar esse negócio, não dá para dizer que é 'ser fresco'. Eu comecei usando um de uma marca que eu nem lembro, que chegou a vencer na prateleira pois era muito ruim. Assim como no caso das espumas de barbear foi sofrido achar o melhor gel pós-barba para mim, e acho que não tem receita pronta, o vendedor diz "esse é para pele seca" ou "esse é para pele sensível", você acabou de esfregar três laminas na cara, qualquer pele fica sensível. Só tem um jeito homem, respira fundo e testa todos que puder. As vezes, se você tem um amigo com uma barba parecida com a sua ele pode te indicar algo que foi bom para ele.
Agora, se você não aguenta o tranco pode usar um aguinha termal Vichy apenas, que não arde nada. LOL.
Brincadeiras a parte, a água termal é boa para quando a pele está muito seca, mas não logo depois do barbear. Pessoalmente acho que é uma boa usar a água termal alguns minutos depois de barbear, quando estiver saindo para o trabalho, por exemplo, e o efeito do gel pós-barba já tiver passado. Caso contrário mistura tudo e você passa mal.

Na dúvida consulte um profissional. E não tente fazer a barba com uma faca, acredite em mim, não dá certo.

7 comentários :

Pedra disse...

O problema maior é que a Mach 3 é importada, vicia e custa mais caro, mas nada que uma pesquisa nas farmacias não resolva.
E vale muito a pena pesquisar chega a 40-50% a diferença de preço. Metrossexualismo a parte, desde Mach 3 não usei outra.

E a espuma pressurizada pra mim rende muitos, muitos meses. É outra coisa que compensa o investimento.


Vale dar uma atenção na época do dia dos namorados e dos pais para comprar produtos masculino.

Willyans Maciel disse...

Boa dica essa do dia dos namorados e pais, não tinha me ocorrido.

E verdade, aqui perto entre o Angeloni e o Festval, que são mercados, já tem uma diferença de uns 30%.

Dean Gouveia disse...

ae, gostei muito do assunto tive muitas dificuldades quanto ao assunto, me barbear era um terror, com o tempo percebi que meus pêlos nao se davam com barbeadores com mais de 01(uma) lâmina, mesmo assim irritava, passei a usar uma máquina de tosar kkk, dessas de cabeleireiros mesmo, de cachorro não, claro, assim passo a máquina no zero de terça à sexta (fica sempre um visual que fiz barba "ontem"), sábado uso barbeador de uma única lâmina, tudo após banho morno, se acabaram irritações, sangue no colarinho etc. muito boa a postagem, gostei mesmo e me perdoe escrever tanto

Willyans Maciel disse...

Sem problemas por escrever bastante.
É uma boa essa da máquina de tosa, para quem tem muita barba grossa, nunca me ocorreu.

Agora que você falou, já ouvi mesmo alguns amigos dizerem que não se deram bem com 3 lâminas, meu avô paterno mesmo sempre usou navalha. Já para mim quanto mais lâminas melhor.

Willyans Maciel disse...

Acho que, se tiver animo, vou fazer outro post desse, abordando esses casos, tipo, navalha, 1lâmina, barbeador elétrico e máquina de tosa.

Alex Knight disse...

antes eu também pensava em lavar o rosto depois de barba feita...
agora sei que não é melhor, ou eu lavo bem o rosto antes do barbear, ou eu faço a barba durante o banho, dai ja aproveito o fato de estar com a cara limpa e ter água quentinha...

e quanto ao mach 3, desde que conheci, não usei outra, uso também espuma de barbear sensitive da nivea e não o creme de barbear e no meu caso ajudou muito, o jeito é esse, TESTAR, foi testando que achei o melhor para mim.

Willyans Maciel disse...

A minha espuma é dessa também Nívea Sensitive. E, eu acho, que água quente para barbear é ótimo, parece que os pelos pulam do poro. hahaha.

Depois de escrever o post eu testei os Mach 3 que tinha comprado. Nas primeiras passadas eu cheguei a conferir se não estava com a lâmina ao contrário, de tão macio que estava, e ficou muito melhor do que com qualquer outra, mesmo as concorrentes que também te três lâminas e aquele sistema de movimentação.
Sinceramente, eu devia ter seguido seu conselho antes. rsrs. Agora só uso desses.