Páginas

sexta-feira, 25 de junho de 2010

Um ano da morte do Rei do Pop

Um ano após a morte de Michael Jackson, quando muitos prestam tributos em homenagem ao Rei do Pop, sou obrigado a ler em um jornal "Em Nova York, as comemorações devem se concentrar no Apollo Theater".
Comemorações?
Quem foi o estagiário que escreveu a matéria?

Independe disso, faz um ano que a música pop perdeu um de seus maiores ícones, ou melhor, seu maior ícone.
Há homenagens em todos os países, em Tóquio, no Japão, por exemplo, uma exposição apresenta alguns objetos que compunham as coleções de Neverland, como troféis, roupas, móveis, etc. Em New York homenagens no Apollo Theater, considerado por muitos o centro mundial da Black Music.
Só não vi nada sobre o Brasil.
Mas esta é, de uma certa maneira, minha homenagem a este homem que fez muito, mas muito mesmo, pela música e pelo mercado musical em sua vida dedicada a esta arte.


Willyans V. escreveu, não revisou e dança Bad nas horas vagas.

Nenhum comentário :