segunda-feira, 3 de maio de 2010

"Faça Deus sangrar" - Iron Man 2

Estava a escrever este post, já comentava a metade do filme quando uma confusão de teclas, e um pouco de confiança demais, causaram a perda do texto, e o maldito blogger salvou exatamente no momento em que o texto sumiu da tela. Perdi tudo. Fiquei muito irritado, mas escrevi novamente, os Spolers que povoam essa nova versão do texto são expressão de minha irritação. Se você ainda não assistiu o filme, cuidado após o segundo parágrafo, eu marco o começo e o fim do spoiler assim +SPOILER+....+FIM DO SPOILER+ É só prestar atenção.
Talvez algo não tenha ficado claro nessa nova versão, então vou dizer de cara: Eu simpatizei muito com Ivan Vanko(A interpretação de Mickey foi o que salvou o filme e me fez olhar para ele com olhos menos preconceituosos, pois no começo do filme eu estava extremamente desconfortavel), muito pouco com o novo Rodhey, mais ou menos com Hogan Happy, Nick Fury e Pepper Potts, nada com a Viuva Negra e o mesmo que no primeiro filme com Tony Stark. Perdowm o tamanho do post, mas comentar filme em post pequeno é dificil para mim.

Então vamos a ação..
Mikey Rourke ficou perfeito no papel do vilão Wiplash (Ivan Vanko) (Não exatamente um vilão naquele contexto), o respeito a personalidade do ator, como aconteceu com Downey jr, emprestou ao personagem um carisma que não se verificava no Wiplahs das HQs. Não falo do Wiplash em Iron Man vs Wiplahs, pois não li esta recente produção, na qual podem ter mudado a biografia e personalidade dele. Na verdade o Wiplash do filme é mais uma mistura dos personagens Wiplash e Crimson Dynamo, o que deu motivos ao personagem. Adentrar as semelhanças e distinções dos dois em relação ao Vanko do filme nos proveria um novo post e esse não é o objetivo aqui.
O que mais gostei em Wiplash é o fato de que a armadura dele resgata um pouco a motivação do filme. Tony Stark não é poderoso por ter criado armadura e armas, o que o torna poderoso é o reator que ele miniaturizou, e isto fica claro no primeiro exoesqueleto de Vanko. +SPOILER+Ele não voa, não controle por meios neurais, não lança raios das mãos e no entanto é tão poderoso quanto Iron Man, ele errou no calculo das rotações é verdade, mas foi um erro dele e não uma limitação da arma +FIM DO SPOILER+. As limitações dessa primeira armadura nos possibilitam desenvolve-la realmente, vide post Mecha da Toyota, os japoneses fazem exoesqueletos e Mechas que poderiam tornar as pessoas mais fortes, mais ágeis, mais poderosas, mas ainda não temos uma fonte de energia que caiba na palma da mão, com tanto poder quanto os reatores do filme. Isto é o que principalmente separa Iron Man da realidade. É claro, ele voa e não acho possível voar com aquela aerodinamica, ele lança luzes mortais(fruto do reator), ele controla tudo de maneira neurovisual, o que seria um problema, pois o piloto olharia para algo e acionaria um comando sem querer (sim, aquela tecnologia neurovisual já é possível, tentarei postar algo sobre isto no futuro). É por isso que estão todos de olho no maldito reator. Imaginem se hoje, tivessemos aquele reator.. Só imagine um bombardeiro descarregando aquelas luzes mortais sobre o inimigo.. Paraquedistas com a armadura do Máquina de Combate.
Mas vamos voltar ao filme.
+SPOILER+ Não gostei dele morrer no final, ainda mais daquele jeito sem graça, a batalha nem foi tão excitante, acho que ele merecia no mínimo uma morte melhor, senão uma fuga surdinosa que possibilitasse colaboração com outros filmes, mudando de lado, por exemplo e sendo consultor da S.H.I.E.L.D.,  cargo que acabou por ficar para Tony Stark no fim das contas. Engraçado, mas talvez eles não queiram misturar tanto Iron Man com personagens que podem parecer ainda mais fantasiosos/surreais como deuses (Thor) e  produtos de engenharia genética acidental (Hulk) Ainda não consegui juntar todos os vingadores  na minha cabeça, espero que o filme do Thor facilite isto.+FIM DO SPOILER+
Como já disse, Mickey Rourke, na minha opinião, salvou este filme. Eu estava muito desconfortável, sem reconhecer o personagem, nada parecia remeter aos quadrinhos, mas quando Rourke começou a aparecer eu vi a história do Iron Man de novo.. +SPOILER+A parte dele com o pai, dele comprando o passaporte e ingressos e a parte dele construindo me levaram para o Iron Man tanto quanto Tony Stark construindo sua armadura no primeiro filme.+FIM DO SPOILER+
Tudo isso faz sentido se pensarmos da seguinte forma:
Como pode fazer sentido um filme introduzir um personagem (Máquina de Combate), enquanto dá atenção ao contraponto do "mocinho"(Wiplash) e mostra traços da personalidade do "mocinho" (Iron Man) não tão dignificadores, com um problema que parece transcender a esfera do filme (relação do Iron Man com o mundo)? Isso tudo faz sentido numa tentiva de manter um universo ativo e fazer do filme parte desse universo (Como disse acima sobre não esperar que o filme do Thor facilite essa visão geral do vingadores). O Universo Marvel está tomando forma desses filmes, já temos alguns personagens, cenários e situações bem definidas, em breve os Estudios Marvel poderão lançar filmes de qualquer personagem de seus quadrinhos, pois haverá um universo bem construido e vivo na filmografia, para sustentar os pressupostos de tais personagens.
Falando dos personagens especificamente, Downey jr estava melhor fisicamente do que no primeiro, talvez para dar a impressão de que agora Tony Stark está mais comprometido com sua missão e ao mesmo tempo mostrar que+SPOILER+ está morrendo+FIM DO SPOILER+, talvez por que o próprio ator está se cuidando mais, não vem ao caso o real motivo, o caso é que essa mudança física fez muito bem para o pergonagem.
A idéia da +SPOILER+ armadura portátil, que vem na maleta foi muito boa, não lembro de ter visto nos quadrinhos+FIM DO SPOILER+, as atitudes do personagem continuam as mesmas, embora um pouco mais conciente.
A entrada de Máquina de Combate (James Rodhes, interpretado dessa vez por Don Cheadle, pois as negociações com Howard falham, o cara queria mais grana) foi muito oportuna e fez, já no começo do filme, um grande favor ao personagem central, mostrou que ele não é todo poderoso. Qual a vantagem disso? Inseriu ele no mundo dos superheróis, agora já é possível supor que há outros como ele no mundo, antes ele reinava absoluto como herói imbativel. Para não dizer que o personagem no filme ficou identico ao personagem dos quadrinhos.
+SPOILER+ O ESCUDO DO CAPITÃO AMÉRICA:
É isso mesmo pessoal, não era ilusão de ótica no primeiro filme, ele realmente estava lá, e agora no segundo filem o escudo do Capitão América aparece no laboratório de Tony Stark e o agente da Shield o reconhece, questionando "O que isto faz aqui?" Tony parece não ter certeza, mas está acostumado com o objeto ali, ou não liga para os objetos em seu laboratório. Não ficou claro se na mitologia do filme a Shield poderia ter encomendado o escudo, antes de Stark virar Iron Man, ou se o pai de Tony, Howard Stark(baseado em Howard Rughes), que era um dos fundadores da Shield (apenas no filme), teria desenvolvido o escudo e por isso ele estaria no laboratório de Stark, isto me parece bem plausível.
Também merecem nota, as personagens femininas em seus exageradamente sexys Tayer, elas chegam a ter dificuldade de andar com aquele aperto e saltos altos, em alguns momentos a agente Romanoff(Viuva Negra, interpretada por Scarlett Johansson) fica extremamente fútil, mas talvez seja do interesse da produção, pois isso puxou um pouco Stark para seu lado playboy, e é usado pela agente como atrativo para se aproximar dele. Por outro lado Pepper Potts(Gwyneth Paltrow) não precisava ficar tão apertada, poderia ter promovido a evolução da personagem elevando o nível de suas roupas apenas. Mas esta escolha cabe apenas ao diretor. Antes que perguntem, não, minha namorada não está lendo isto.
Se Anthony Stark fosse Steve Jobs, Justin Hammer seria Bill Gates.. +SPOILER+Ele pensa que é pop, pensa que é cool, pensa que badalado, mas só faz coisas que não funcionam direito tentando copiar o concorrente. As armaduras de Stark são simples, clean, originais e funcionam, as de Hammer(Sam Rockwell) são complexas, poluídos, copiadas e não funcionam. Stark é Steve Jobs, Hammer é Bill Gates (ao menos o Bill Gates como é visto). Aquele projetil X-Wife foi a melhor metafora para Win 98 que eu já vi, e o que foi aquela entrada no palco, WTH.. Outra coisa antes que eu feche o marcador de spoiler, a Expo Stark é a Mac World. Não estou dizendo que o diretor tenha intensão de fazer a referencia, é possível que não, mas estou dizendo que é perfeitamente possível interpretar dessa forma.+FIM DO SPOILER+ Alias, diferente das personagens femininas o figurino de Stark, quando sem armadura, estava melhor nesse filme do que no primeiro.
Faltou falar de algumas personagens, mas se eu tratar de tudo aqui vocês não precisarão assistir o filme..

Resumidamente? O Filme é bom, não esperem ver o enredo dos quadrinhos, ou a qualidade de enredo do primeiro filme, com tramas diabólicas, mas um filme intermediário, que tenta restaurar o imaginário das pessoas e deixá-lo aberto para os próximos filmes, ainda assim vale a pena assistir e analisá-lo pode lhe render também muita diversão se tiveres uma veia científica, ainda mais do que o primeiro filme.

Observação importantissima: Se fores ao UCI não deixe de pegar o SuperCombo, que vem com uma camiseta exclusiva do Iron Man, custa R$22,50, básicamente o preço da camiseta.


Nota: 9,0
Elenco: Robert Downey Jr., Don Cheadle, Samuel L. Jackson, Gwyneth Paltrow, Scarlett Johansson, Mickey Rourke, Sam Rockwell, Jon Favreau, John Slattery, Stan Lee.
Direção: Jon Favreau
Gênero: Aventura
Duração: 124 min.
Distribuidora: Paramount Pictures
Estreia: 30 de Abril de 2010

Sinopse: No filme 'HOMEM DE FERRO 2' o mundo já sabe que o inventor bilionário Tony Stark (Robert Downey Jr.) é o super-herói blindado Homem de Ferro. Sofrendo pressão do governo, da mídia e do público para compartilhar sua tecnologia com as forças armadas, Tony reluta em divulgar os segredos por trás da armadura do Homem de Ferro, temendo que as informações caiam em mãos erradas. Tendo Pepper Potts (Gwyneth Paltrow) e James "Rhodey" Rhodes (Don Cheadle) a seu lado, Tony estabelece novas alianças e enfrenta novas e poderosas forças.

Willyans V. escreveu, não revisou e ainda está irritado por ter perdido tudo na primeira vez, vingando-se ao colocar imagens com alinhamento a direito, intercaladas com spoilers.

Nenhum comentário :