quinta-feira, 11 de agosto de 2016

At the right time.. A perfect match

Editor's note: Read on mobile for a better experience. This is a dream from months ago, described by DH6, any coincidence with reality is just Delirium, which is not "just", Delirium and Despair are relevant ..

It was a neutral place. They were free from all powers that rule the earth and yet they couldn't say a word.
Need not, their eyes said it all. Her beautiful eyes shining as he touches her hair and his eyes getting deeper and deeper as he recognize what he was looking for in her eyes. Their hands touching as they lay there, facing each other. A match, not any match, the right one, the perfect one.

"So close, so far" he thought.

The eyes can say things that the words can't. But some worlds are ruled by words, written words. So.. wrote. Never said who it was for, but she wrote, not once, not twice.. many times. And he suffered for knowing, but he couldn't say it loud.

Now, with his eyes into her eyes, he knew what was the very deepest truth. So deep as he knows his brown-turning-black eyes are.

A bloody match.
They fought all kinds of evil. They walked among the shadows and ruled over them. They faced the odds without even knowing they were fighting together.

Darkness and bloody war,

They know one thing.. at the right time, with the right decision and action.. that's a perfect match.

Everything changes, not along some time, but immediately. He is now at the front door of a pub.

"Are you ok with that" said his brother.
"Yes" answered him "I can handle".

The other one continued "I admire your endurance, you really play the long game brother".

No answer came, too concentrated on that piece of paper. He knew what was write in the missing parts. He knows unwritten truth.

quarta-feira, 10 de agosto de 2016

Ashura-jo no hitomi

Editor's note: Not to be understood.. by everyone.. *mystery song playing*


01:31:42 I could live a thousand years and not see this demon story again

01:31:47 I want to witness the whole thing

01:32:07 'The rushing torrent.

01:32:10 '...breaks on the rock and becomes two streams

01:32:13 'We think we must part, but soon I know we will meet again'



01:52:14 Tsubaki!

01:53:03 Ashura: 'Your blood... was delicious...'

01:53:14 This world the next or that of the demons

01:53:23 Each is its own paradise


sábado, 30 de julho de 2016

A better man: Signs, hurt, no suffering

Live in such a way that in your final moments you can sing My Way sincerely.



Sometimes you start wanting it all right now and you feel that you need to take action in a particular direction. Than comes life and show you that you must be patient and remain calm, you still have things to do before throwing yourself to that. The signs are all there, you need to be able to see it.
How can you take that particular action if you know that this will lead to pain and trouble, for you and others you care? The better man has the duty to protect. Exposing them to situations that may lead to suffering is not protection.
It will hold any real good? Will you be able to enjoy the results when you still struggles with a lot of other things? You have to think as you weere in the situation, 'cause you really are. How can you think that a particular action will put you close to what you want if the situation you are in now put you away? Taking that action will not solve the present situation, but make it worst 'cause you gonna feel more. Worst yet, doing it in a not so wise manner may expose yours to the very situations that you are trying to help avoid. When you see the signs and you think "oh shit, that could happen any day of the week" and you realize you need to plan better and execute better. Even yet if you've already made the decision.
Of corse you need to be sincere, but how can you make other suffer just to feel better being sincere.
Not saying to lie, never, but would not be better to wait until you can make sure you are not going to expose the significant other to threats or menace?
The pain is a thing of life, deal with that by now, but suffer not, understand why are you proceeding with caution and avoid suffering by understanding what you wanna do at the utmost. Be the better man you can be and keep improving.
Good men are moral. They act and judge well. They are honest and gentle.
Better men do that too and a lot more. The better man is more. The better man deal with pain, protect their significant one and provide, even when it is not aparently needed he keeps the capacity to do that, 'cause he is the better man, the real one. A better man enjoy the hardships and kneel for no one,  better man suffer not, because he knows where it all is going. Better man understand cause and effect, actions and consequences, better man plan and execute. Better man make enemies of those searching to hurt the ones of his breed. He stands for what is right, even alone. Better man needs no reputation, althought that's good in society, he has most courage than all others together.
Good man is sincere but sometimes fool, better man is brave enough to hide his thoughts when needed to protect their significant ones.
The good man has courage, the better man knows that sometimes more courage is required to not take a mindless action and than to think and decide the right time to take action.
The better man plays the long game, not to fight wars but to win them.

Become a better man and don't make others of your own breed suffer.
Protect, provide and propagate!

The best is yet to come..
..but don't forge that it is in the present that you build "the best" that is "yet to come". Act now!

segunda-feira, 25 de julho de 2016

Stay on track

-Things are getting crazier Vikl. Time urges.
Vikl: that's because you are giving too much attention to Billy's bullshit sir.
- it is not bullshit. If it was, what would be the purpose of being alive?
Vickl: you know that's not up to me to answer this kindsnd of question sir.
- Exactly my logical friend. And what is up tho you?
Vickl: to keep us on track, to find the most rational route for the ship and making sure we stay on the route and not going down.
- A route for what?
Vickl: Decision sets destination.
- Exactly. Decision has being made. You are aware of that First Mate. Keep us on track.

quinta-feira, 21 de julho de 2016

Uma pequena nota sobre vocação, trabalho e riqueza

Muitos de nós perdem tempo pensando e procurando um trabalho que os satisfaça, que consigam suportar com alegria as dificuldades, que não sintam pressão, que tenha significado. Que não sintam como se estivessem trabalhando.
Embora isto pareça maravilhoso, e seria de fato, a realidade é que a maioria de nós não tem o que é preciso para que este trabalho exista, vocação.
Vocação é um dos grandes mitos da nossa civilização. Muita gente espera descobrir a sua quando na verdade não tem. Trabalho é penoso, esta é sua natureza e ansiamos pelo seu término desde o primeiro dia.
É claro que podemos, e devemos, trabalhar com alegria e disposição, sempre fazendo o melhor e tudo o mais. É claro que podemos gostar do nosso trabalho e tolerar os aspectos ruins, ê claro que você pode ter aptidão para, e preferência por, um tipo ou outro de trabalho. Não estou falando contra isto. Mas a ideia de que você vai encontrar um trabalho para o qual você está destinado é uma grande ilusão.
Eu prefiro ficar no trabalho que tenho, ou encontrar um melhor, fazer riqueza suficiente para realmente não precisar trabalhar para outras pessoas (aí sim você pode escolher algo, mesmo que não seja algo que "dá dinheiro") do que esperar a concretização de uma frase motivacional como "encontre um trabalho que você ame e não terá de trabalhar um dia na sua vida".
Enquanto isto, motive-se sabendo que todo trabalho pode ter significado, basta você olhar para ele desta forma.
Você está entregando algo que as pessoas desejam? Está tornando a vida delas melhor de alguma forma? Isto é significado suficiente para mim. Agora concentre-se na produção de riqueza. Isto também melhora a vida de muita gente indiretamente.

Mesmo que você tenha uma vocação, produzir riqueza enquanto tenta descobri-la não lhe fará mal algum.

quarta-feira, 20 de julho de 2016

Stress, culpa e produtividade

A maioria das pessoas tem dificuldade em aceitar e entender as consequências de suas ações e muito já tem sido dito a este respeito. Embora pareça nunca ser o suficiente, eu quero falar daquelas pessoas que já passaram desta fase.

Ok, aceito as consequências do que deu certo ou errado, vamos lidar com isto. Tudo bem agora, certo?
Errado. O próximo obstáculo que devemos superar neste caso é narrativa do que aconteceu e porque aconteceu.

Se você não realiza o seu treino cotidiano porque ficou preso no aeroporto devido a problemas climáticos, você lida com isto. Você continua no dia seguinte.
Se este mesmo problema te atrasou para uma reunião e você perdeu um ótimo negócio, é ruim, mas você lida com isto e segue adiante. Estou pensando em um caso em que você não tinha como antecipar ou se preparar. Você fez tudo o que dependia de você, mas não pegou o voo a tempo.


Mas e se você pudesse ter se antecipado?
O que acontece quando você sabe que aquilo aconteceu por falha de planejamento. Como você se sente quando toma aquela cerveja a mais e não consegue treinar no dia seguinte, quando se atrasa para pegar o voo porque não considerou algum elemento óbvio?
O impacto do que você não fez (o treino ou o negócio) pode ser menor do que o dano causado pela sua narrativa interna.

A maioria de nós não tem problema em contar seus objetivos e falhas, a maioria de nós tem problemas em contar a razão destes objetivos e falhas.

Você não tem medo da derrota, você tem medo do motivo da derrota, de acreditar que é o tipo de pessoa que é derrotada.
Aqui vemos uma lição importante de Combatives para a vida, carreira e negócios. Quando nos preparamos para a defesa pessoal, não temos medo de receber uma facada ou de morrer, esta é a realidade, ela não colabora. É estressante para alguns receber golpes, ouvir gritos, fazer exercícios, mas imaginar a narrativa da falha é muito mais estressante. Especialmente em antecipação, o que fazemos com frequência.

Imaginar-se como alguém que não consegue se defender, que não tem disciplina, que não consegue realizar os negócios que precisa ou cumprir suas tarefas no trabalho. Esta é a verdadeira origem do stress.

Os exemplos são exagerados?
Talvez, mas isto acontece todo dia, o tempo todo. A vergonha dos "e se". Perdemos tempo com isto e tempo é tempo de trabalho, é dinheiro, tempo perdido é riqueza não produzida. Quando você se preocupa demais com a narrativa, você tem menos tempo para solucionar o problema.

Aceite que você planejou mal, que não estava preparado, que lhe faltava uma habilidade ou simplesmente foi estúpido, encontre rapidamente os motivos da falha e seja honesto ao falar si mesmo sobre estes motivos, trabalhe para corrigir cada um deles. Encontrar o problema é 50% da solução, trabalhar para solucionar ao invés de lamentar é o que faz os outros 50%.

Somente quando deixamos o drama e a culpa de lado, passando à análise real do fato e responsabilidade, conseguimos realmente ser produtivos.